Entenda como definir prioridades para o Vestibular

Organizar a agenda definindo prioridades é a melhor forma de se planejar e aproveitar melhor o tempo de estudo para o Vestibular.

Mas o que significa organizar a agenda?
Muito mais do que distribuir as matérias pelos dias da semana.

É um processo um pouco mais complexo dentro de um modelo de planejamento que implica em saber que é você, quer dizer, compreender o “eu estudante”, entender quem foi você como estudante até os dias de hoje, qual formação educacional você teve, qual sua opinião sobre seus últimos anos no ensino médio; significa entender também em quais disciplinas você tem mais facilidades e em quais possuí mais dificuldade.

Sua opinião sobre a escola onde estuda (ou estudou) o ensino médio deve ser relativizada, reavaliada com alguns questionamentos mais racionalizados, uma vez que nossa vida escolar foi, provavelmente, a parte mais importante de nossa vida pessoal.

Mesmo em relação às matérias é importante refletir pois não adianta dizer que vai bem em uma determinada matéria e perceber que as avaliações dessa matéria eram mais simples ou “mais fáceis”.
Existem diversas maneiras de ampliarmos a compreensão do “eu estudante”.

O próximo passo é definir seu objetivo: qual curso deseja e em qual universidade? Sabemos que a grande maioria dos estudantes faz alguns vestibulares, no entanto, você deve escolher um deles para priorizar. Qual a Universidade dos seus sonhos? Por que?
O primeiro desdobramento dessa escolha se relaciona ainda com o “eu estudante”, que precisa entender quais as formas de acesso que existem para o curso e Universidades escolhidos e a partir daí entender quais matérias tem um peso maior.

A matéria que tem maior peso é aquela na qual você tem maior facilidade? Ou maior dificuldade?
Essa análise é fundamental para, agora sim, começar a montar uma agenda. Começamos a perceber que estamos fazendo mais do que uma agenda, estamos fazendo um plano de estudos, baseado numa análise pessoal, a partir de suas características, de seus sonhos e de suas necessidades.

Existe um segundo desdobramento da escolha da Universidade e da realização de seu sonho, que envolve o “eu pessoa”: a Universidade de seus sonhos está em outra cidade? como a família lida com isso?

É viável financeiramente? É possível que você consiga reverter as objeções? Você está preparado para assumir o controle de sua vida?

Um raciocino semelhante deve ser feito em outras várias situações buscando entender quais são os componentes e as variáveis de suas escolhas. Mas trataremos dessa questão em outro texto.

Quer saber mais sobre planejamento, foco e equilíbrio?
Acesse nosso grupo no WhatsApp – https://chat.whatsapp.com/4auqi9SfQUsFMTj6fhLYqc 

Claudio Recco – 11 992539084